Rádio Vila Nova 98.3 FM - A Emissora da Comunidade 
#

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte apreendeu n quinta-feira (19) uma adolescente suspeita de ter participado do assalto que resultou na morte da soldado catarinense Caroline Pletsch. A policial militar de 32 anos era de Chapecó e passava férias em Natal com o marido, que ficou ferido na ocasião. O crime aconteceu em uma pizzaria em março de 2018.

Segundo informações do G1, a adolescente foi apreendida na zona norte de Natal por policiais da Força Tática do 4º Batalhão da PM. Ela tinha um mandado de apreensão e foi encaminhada para a Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente (DEA). Na época do crime, a adolescente tinha 16 anos.

De acordo com as investigações do caso, a adolescente é uma das cinco pessoas envolvidas na morte da soldado catarinense. Um casal, preso em março deste ano, já foi indiciado por latrocínio consumado e latrocínio tentado.

Outras duas pessoas estariam envolvidas no caso: uma está presa e a outra, um rapaz de 18 anos, morreu em agosto do ano passado durante uma troca de tiros com policiais.

Relembre o caso

Moradores de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, a soldado Caroline Pletsch e o marido, o sargento Marcos Paulo da Cruz, passavam férias em Natal e lanchavam em uma pizzaria na zona norte da cidade quando foram surpreendidos por dois assaltantes.

O sargento teria reagido e acabou baleado duas vezes. Caroline levou um tiro no peito ao tentar separar a briga e morreu. Marcos passou 19 dias internado antes de retornar para Santa Catarina.

Jornal Diário Catarinense 21/09/2019