Rádio Vila Nova 98.3 FM - A Emissora da Comunidade 
#

?Blumenau está em estado de alerta. Mesmo sem nenhum caso de coronavírus confirmado na cidade até o momento, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) fez o anúncio na manhã desta sexta-feira (13) durante uma coletiva de imprensa sobre o assunto. A prefeitura reforçou que não há motivos para pânico e que as equipes de saúde já foram instruídas sobre o protocolo de atendimento.

Segundo o chefe do executivo, a cidade está em estado de alerta, o chamado nível 1. Santa Catarina, por exemplo, já está no nível 2, de perigo iminente. O terceiro é considerado emergência de saúde pública. Como Blumenau ainda não tem nenhum caso confirmado (atualmente há quatro suspeitos, todos estiveram na Europa recentemente e permanecem em tratamento domiciliar, sem gravidade), as medidas preventivas são as já conhecidas.

Ou seja, no momento a recomendação é evitar aglomerações e viagens para locais mais contaminados, higienizar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel 70% e procurar uma unidade de saúde se apresentar alguns dos principais sintomas da doença. Toda a rede de Saúde já recebeu as instruções sobre como lidar com casos suspeitos. Blumenau está preparada, garantiu Hildebrandt.

Ao chegar em um posto de saúde ou hospital com febre, tosse, dor de garganta e cabeça, coriza, falta de ar e fraqueza, o paciente será levado a um local isolado para receber atendimento e usará uma máscara. O profissional também deve fazer uso de equipamentos de proteção individual durante a consulta.

— Não é momento de pânico, já passamos por tantas outras epidemias. A gente vai aprendendo, orientando e acompanhando esses pacientes. Temos que ter calma, não adianta alarmar a população — disse a infectologista Luisa Salgado.

Além dela e do prefeito, o secretário de Saúde, Winnetou Krambeck, também falou. A prefeitura elabora um plano de contingência que está na fase final e deve ser divulgado nos próximos dias. Por enquanto, nenhuma atividade, evento ou serviço está suspenso na cidade por conta do coronavírus. As orientações podem mudar rapidamente, já que dependerão da proliferação da doença na região. No entanto, tudo será informado à população diariamente.

Ações preventivas

— Não vamos antecipar problemas. Se a situação piorar em Blumenau, divulgaremos vídeos e podcasts diários com informações atualizadas, não temos motivos para ocultar informações. Nossa maior preocupação é com as fake news — declarou Hildebrandt.

Uma das ações preventivas que já estão sendo colocadas em práticas é o reforço das recomendações de higienização nas escolas. A Universidade Regional de Blumenau (Furb) criou um comitê interdisciplinar para manter a comunidade universitária informada e atualizada sobre as medidas de prevenção.

O comitê, coordenado pelo vice-reitor João Gurgel, também conduzirá decisões administrativas e de urgências que possam afetar alunos, técnicos, professores, visitantes e autoridades de saúde pública. A instituição está reforçando a quantidade de recipientes de álcool em gel nas cantinas, restaurante e corredores. A universidade também evita maiores contatos em eventos coletivos, formaturas, debates em auditórios.

Confira as orientações

Jornal de Santa Catarina 14/03/2020