Rádio Vila Nova 98.3 FM - A Emissora da Comunidade 
#

Prefeitura confirma a troca no comando e a renovação da intervenção

 

Nos próximos dias, a Prefeitura de Gaspar e a Secretaria de Saúde do município devem anunciar a prorrogação, por mais seis meses, da intervenção no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. E essa não deve se a única novidade envolvendo o Hospital de Gaspar. O Executivo também prepara uma alteração no setor administrativo da instituição, um novo administrador será contratado e deverá comandar os serviços já a partir do próximo dia 22 de maio. O objetivo da Prefeitura, é alinhar o comando da Instituição às diretrizes da nova gestão municipal.

A secretária de Saúde, Dilene Melo, explica que a Saúde no município vem passando por uma série de adequações em seu atendimento com o objetivo de alinhar o serviço à nova filosofia de trabalho. “Desde que assumimos, já implantamos um novo fluxo de atendimento em toda a rede municipal de saúde. Com isso, hoje já conseguimos mensurar as necessidades, tanto de atendimento como de exames, que anteriormente não tínhamos esse controle, tornando mais fácil a identificação dos problemas e suas possíveis soluções. Ainda estamos longe do ideal, mas ao menos caminhamos no rumo certo”, garante.

Dilene revela que a decisão surgiu com a necessidade da efetivação de mudanças que serão implantadas no setor, e que a escolha do novo responsável foi baseada na capacidade e conhecimento técnico. “O Hospital precisa ser tratado como membro da rede de Saúde do município. Estamos trabalhando no desenvolvimento de uma estratégia de atendimento, e durante as conversas com os candidatos, buscamos aqueles que demonstravam conhecimento e capacidade de colocar em prática esse direcionamento, focado em processos e monitoramento”, afirmou a secretária, sem revelar o nome da empresa escolhida.

A decisão pela substituição do administrador do Hospital vinha sendo estudada desde o início do governo Wan-Dall, conta Roberto Pereira, secretário da Fazenda do município. Pereira diz ainda que, apesar do bom relacionamento com a atual direção da Instituição, a troca atende uma importante demanda do município. “Precisávamos de alguém que respondesse 24 horas pelo Hospital. No contrato vigente, o administrador não é obrigado a estar no local todos os dias, fazendo com que o diretor viesse apenas duas ou três vezes por semana, deixando a Instiuição desguarnecida”, comenta. Segundo as informações do secretário da Fazenda, o novo escolhido terá a obrigação de estar  toda a semana no hospital e ficar disponível 24 horas em caso de emergências. “O contrato atual é de assessoria ao hospital, ou seja, os administradores não são legalmente os responsáveis pela instituição. Agora, o administrador ficará responsável pelo hospital, respondendo pelo que possa vir a ocorrer na administração”, detalha o secretário.

Pereira garante que o novo administrador foi escolhido a partir de uma série de entrevistas e que o processo de transição já foi iniciada. “O novo responsável tem mais de 10 anos de experiência em administrações hospitalares. A transição já está acontecendo, e assim que o novo responsável assumir ele deverá apresentar um plano de ação pra a implantação das novas rotinas de trabalho dentro de um prazo breve”, finaliza o secretário.

Nova empresa
Apesar dos secretários não revelarem o nome da nova empresa que irá administrar o Hospital de Gaspar, o Jornal Metas apurou que a escolhida deve ser a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), com sede em São Paulo. A ACSC administra 21 Casas na área da Saúde, sendo uma delas o Hospital Santa Isabel de Blumenau. 

Jornal Metas 10/05/2017