Rádio Vila Nova 98.3 FM - A Emissora da Comunidade 
#

Jovem, de 22 anos, cujo nome não foi divulgado, teria participado do assassinato

 

Policiais civis do Setor de Investigação e Capturas (SIC) da delegacias de Gaspar e Ilhota prenderam nesta semana o segundo suspeito de participar do assassinato de Luiz Almeida Crescencio Filho, ocorrido no fim do ano passado, em Ilhota. O jovem, de 22 anos, que não teve o nome revelado pela polícia, foi preso no fim da tarde de quinta-feira (11), em sua residência, em Ilhota. Outro envolvido no crime, um homem de 40 anos, já havia sido preso no mês de fevereiro. Eles estão à disposição da justiça no Presídio Regional de Blumenau.

A vítima, conhecida como “Luizinho”, foi morta com um tiro na cabeça na madrugada do dia 29 de dezembro de 2016. O crime aconteceu em frente à residência de Luiz Almeida, localizada às margens da Rodovia Jorge Lacerda, no bairro Barra de Luiz Alves. Porém, a motivação do homicídio ainda está sendo investigada. 

Duplo homicídio
Outro inquérito que está sendo finalizado pela Polícia Civil é a investigação sobre o homicídio de Elisiane Roberta Silveira, de 27 anos, e Jorge Luiz Nicolodi, 47, encontrados mortos na manhã do dia 13 de janeiro deste ano, em Ilhota. Os corpos das vítimas, ambas baleadas na cabeça, foram localizados na estrada geral do Baú Baixo, próximo à entrada da antiga balsa. 

Segundo o delegado Marcos Vinicius Krause Bierhalz, os suspeitos de cometer o crime, que também não tiveram a identidade revelada, já haviam sido presos pelos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa. “Desavenças decorrentes do tráfico de drogas  foram, inclusive, o que motivou o assassinato”, afirma o delegado.

Jornal Metas 13/05/2017