Rádio Vila Nova 98.3 FM - A Emissora da Comunidade 
#

A Defesa Civil emitiu um aviso na última quarta-feira para mar muito agitado e ressaca no Litoral Catarinense até o meio-dia de domingo, 13. Como as ondas podem ter picos de até quatro metros, há risco para navegação e atividades de pesca. 

Segundo a Epagri/Ciram, a condição é desfavorável para pequenas e médias embarcações. A orientação é que barcos e apetrechos usados para a atividade pesqueira sejam protegidos. A tendência é que o mar fique mais agitado litoral Sul, onde as rajadas de vento podem chegar a 70 km/h, mas a ressaca também deve afetar a Grande Florianópolis e o Litoral Norte. 

De acordo com a Defesa Civil, cabe aos municípios tomarem atitudes preventivas, como avisar moradores que vivem perto da orla. As pessoas devem ficar atentas para as edificações, infraestruturas, vias e áreas vulneráveis à erosão e inundações costeiras. 

Em caso de problemas, a recomendação é entrar em contato com a coordenadoria municipal de Defesa Civil (199) ou para o Corpo de Bombeiros (193).

Os quatro portos de SC, de São Francisco do Sul, Navegantes, Itajaí e Imbituba operavam normalmente na manhã desta quinta-feira. O complexo portuário de Itajaí comunicou que está barra praticável, mas a marinha e praticagem está em estado de atenção e alerta. 

Já o Porto de Imbituba, que fica na região mais prejudicada pela ressaca, emitiu nota informando que até o início da tarde desta quinta-feira não há previsão de fechamento do porto, mas a comunidade portuária está trabalhando com cautela nas operações de entrada e saída de navios. O cancelamento das operações só deve ocorrer se a situação climática se agravar. 

Maré alta

Também há risco de alagamentos no Estado devido à maré alta nas regiões mais baixas do litoral. O fenômeno ocorre por influência à influência da maré astronômica, do vento das ondas altas.

A Defesa Civil recomenda atenção especial aos locais que costumam registrar o fenômeno, como: rodovia Diomício Freitas, CentroSul e praias do Sul da Ilha, em Florianópolis, Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí e Joinville.

Jornal Santa Catarina 11/08/2017